Conheça pontos turísticos em Búzios totalmente online e gratuito.

Receba tudo por E-mail

quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Segurança no Banho de Mar


Segurança no Banho de Mar
A praia, ao longo de sua extensão, apresenta vários pontos críticos, onde são registrados altos índices de ocorrência de afogamentos. E, devido a esta característica, são alocados guarda-vidas para estes locais a fim de garantir a segurança dos banhistas. Disponibilizamos neste espaço algumas dicas de segurança para que você, sua família e seus amigos possam frequentar as praias e se divertir com total segurança e sem acidentes.
É preciso uma conscientização dos frequentadores das praias, para que consultem ao guarda-vidas de serviço, sobre o local mais seguro para se banhar. Todos os dias, assim que o guarda-vidas chega no Posto de serviço, ele verifica as condições do mar e localiza as valas que oferecem perigo aos banhistas. Nestas valas são estabelecidas sinalizações de segurança que é feito através de placas vermelhas indicando:
"PERIGO CORRENTEZA"
NÃO MERGULHE NESTAS ÁREAS!

AO CHEGAR NA PRAIA
a. Verifique a direção do vento e das correntes laterais;
b. Ensine sua criança a se localizar, pois as correntes laterais podem afastá-la do local de origem;
c. Localize as valas e os bancos de areia;
d. Consulte o guarda-vida sobre as condições para o banho e a prática de esportes;
e. Observe as placas de perigo correnteza.
NA AREIA
a. Evite expor-se por longo período ao sol sem o uso do protetor solar;
b. Evite ingerir bebidas alcoólicas ou comer em demasia antes e durante o banho de mar;
c. Após brincar de fazer buracos na areia desfaça-os;
d. Não enterre objetos pontiagudos ou cortantes e, se encontrá-los, jogue-os na cesta de lixo;
e. Não jogue areia nos outros nem promova ou participe de brincadeiras inconvenientes;
f. Não leve animais à praia, pois eles podem transmitir doenças;
g. Observe sempre o movimento das crianças sob sua guarda mesmo quando o guarda-vidas estiver próximo;
h. Ao encontrar crianças perdidas, conduza-as ao posto de atendimento mais próximo.
NA ÁGUA
a. Nade apenas em áreas supervisionadas por guarda-vidas;
b. Nade sempre paralelamente à praia;
c. Não nade contra as correntes de retorno;
d. Evite nadar sozinho;
e. Não nade perto de piers, estacas, encostas ou rochas submersas;
f. Não mergulhe em águas desconhecidas;
g. Caso sinta-se em perigo dentro d’água, mantenha a calma, evite debater-se, tente boiar, faça sinais e grite por socorro;
h. Se uma onda for “quebrar em sua cabeça” e não houver como escapar dela, mantenha a calma, encha os pulmões de ar, prenda a respiração, afunde e só tente subir após a forte turbulência ter passado;
i. Nunca finja ter necessidade de socorro;
j. Não substitua sua pouca habilidade de natação por bóias, câmaras de ar, pranchas de isopor ou quaisquer objetos flutuantes;
l. Não superestime sua capacidade de nadar saindo para longe;
m. Evite qualquer forma de vida marinha desconhecida ou agressiva;
n. Não caminhe para dentro do mar durante a calmaria;
o. Nunca dê as costas para o mar;
p. Deixe a praia em caso de chuvas ou raios;
q. Respeite as sinalizações visuais (placas e bandeiras) e sonoras (apitos) dos guarda-vidas;
r. Fale com os guarda-vidas apenas o necessário, evitando assim distrair sua atenção;
s. Respeite o julgamento e a experiência dos guarda-vidas, siga suas orientações e não interfira em seu trabalho;
t. Ao realizar travessias em mar aberto certifique-se da existência de uma equipe de segurança especializada em salvamento aquático;
u. Não exponha sua criança desnecessariamente.
Compartilhar:

0 comentários:

Postar um comentário

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Só gente boa!